• Home
  • /Notícias
  • /RN aposta em novos mercados durante evento em Foz do Iguaçu
RN aposta em novos mercados durante evento em Foz do Iguaçu

RN aposta em novos mercados durante evento em Foz do Iguaçu

Um dos principais eventos de turismo do Sul do Brasil receberá o Governo do RN pelo quarto ano consecutivo. O 13º Festival de Turismo das Cataratas acontece entre 20 e 22 de junho, no Rafain Palace Hotel, em Foz do Iguaçu. O Estado potiguar estará representado pela Secretaria de Estado do Turismo e pela Empresa Potiguar de Promoção Turística.

O Rio Grande do norte marcará presença com um estande de 24 m2 montado com recursos do Governo Cidadão via acordo de empréstimo com o Banco Mundial e posicionado em local estratégico do evento, com oferta de brindes e quitutes típicos em mais de 600 kits que serão distribuídos durante a feira, com material em português e espanhol.

Concomitante ao Festival acontece a primeira edição da Experiência Braztoa em 2018, também em Foz do Iguaçu. O evento é itinerante e exclusivo para agentes de viagem, com foco em geração de negócios e apresentação de atrativos. O Rio Grande do Norte também terá estande de 24m2 montado no evento com recursos do Governo Cidadão.

“Esperamos receber em nosso estande, agentes, jornalistas especializados e operadores sulistas de diversas cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e do interior de São Paulo, além de caravanas vindas da Argentina e Paraguai, países fronteiriços que temos apostado na divulgação afim de consolidarmos ou explorarmos esses mercados”, destaca o secretário estadual de Turismo, Manuel Gaspar.

Para o presidente da Emprotur, Rogerinho Pessoa, o Festival das Cataratas se mostra fundamental aos planos do Estado em razão do público alvo. “Além de termos alguns dos nossos principais emissivos turísticos, como o interior de São Paulo, temos novos e potenciais mercados que merecem nossa atenção, além dos agentes de viagem presentes ao Braztoa”, ressaltou.

O Festival de Turismo das Cataratas é o maior evento fixo de Foz do Iguaçu e o segundo maior de turismo da região sul. Devido sua posição geográfica do Brasil, Argentina e Paraguai, possibilita a promoção de um encontro de negócios entre profissionais de turismo do Mercosul.